Home  /  Competência de Vendas  /  O que é Quociente de Adversidade e qual é o meu?

O que é Quociente de Adversidade e qual é o meu?

por DNA de Vendas 1 ano atrás

Afinal, o que diferencia uma pessoa que consegue transformar uma dificuldade numa alavanca para realizações maiores, de outra que desiste diante da adversidade, culpando aos outros e ao mundo pelos seus problemas? O que caracteriza uma pessoa persistente? Entenda mais sobre o que é Quociente de Adversidade e qual é o seu índice.

Estudar e entender o porquê de alguns indivíduos gerarem resultados e continuarem lutando nas condições mais difíceis e medir essa capacidade de superação que todos possuem em maior ou menor escala é um dos desafios atuais das empresas.

É sobre isso que Paul Stoltz, presidente da Peak Learning, uma empresa de consultoria global fundada nos Estados Unidos, em 1987, criador do conceito “Quociente de Adversidade” ou simplesmente, QA, se especializou!

No atual ambiente de negócios, caracterizado pelo alto grau de competitividade, incertezas e mudanças, o Quociente de Adversidade – um indicador cientificamente robusto – já começa a ser utilizado no mundo corporativo com o objetivo de medir a capacidade de um indivíduo em resistir às condições mais adversas.

Um indicador da força dessa metodologia é que ela já está incorporada nos programas de MBA da Harvard Business School.

 

O QUE É QUOCIENTE DE ADVERSIDADE?

O quociente de adversidade é extremamente importante no mercado atual, sendo uma das características mais importantes buscadas no mundo corporativo, já que quem tem esse atributo consegue lidar melhor com suas emoções, independente das adversidades, sem que isso interfira negativamente no trabalho.

Para entender melhor o QA utilizaremos o prefácio escrito por Stephen Covey, autor do best seller “Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes”,  para o livro “As vantagens da Adversidade” de Paul Stoltz, onde ele relata uma experiência que ocorreu no Havaí durante uma licença que tirara da universidade à qual era ligado.

Veja também: Os 10 Melhores Livros de Vendas que todo profissional precisa ler!

Certa vez quando ele estava visitando uma biblioteca neste país e caminhando entre suas estantes puxou da prateleira um livro que chamou muito a sua atenção.

Covey diz que o que leu foi tão inspirador, tão estimulante e profundo, que mudou sua vida daquele momento em diante, esta mensagem especialmente o impactou:

 “Entre o estímulo e a resposta, há um espaço. Nesse espaço se localizam a liberdade e o poder de mudar nossa resposta. Nessas escolhas se encontram nosso crescimento e nossa felicidade”.

Ao ler essas palavras, Stephen Covey compreendeu que entre uma adversidade e a resposta existe um espaço.

Nesse espaço se encontram o poder e a liberdade de escolher entre desistir e culpar os outros pelos problemas ou superar a frustração e tirar proveito da adversidade.

Em outras palavras, quando a adversidade, o sofrimento, o desapontamento e a injustiça surgem, as pessoas podem se transformar em vítimas, consumidas pela doença do cinismo, da crítica, da queixa e da comparação; ou podem aprender a “domar” a si mesmas e tirar alguma sabedoria, que sempre estará presente num momento difícil.

É sobre isso que se trata o Quociente de Adversidade. A capacidade de gerenciar os sentimentos e ações em prol de um objetivo maior. É uma das competências de vendas mais desejadas pelas empresas!

Nesse sentido, Stoltz pesquisou mais de 100 mil pessoas ao redor do mundo para entender e tentar classificar a habilidade dos indivíduos em lidar com as adversidades.

Os 3 Tipos de Indivíduos do QA

Ao final dessa pesquisa, Stoltz conseguiu identificar 3 tipos de indivíduos: os desistentes, os campistas e os alpinistas:

  • Os Desistentes seriam aqueles que tem dificuldade em suportar o peso dos desafios. Julgam-se injustiçados, dão várias desculpas e estão sempre na posição de vítimas. Frustram-se facilmente, logo, tendem a desistir de seus planos, objetivos e aspirações. Segundo Stoltz eles são 10% da população.
  • Os Campistas, cerca de 80% das pessoas, são aqueles que conseguem superar as adversidades, mas que, ao conquistar algo de bom para si, acabam por acomodar-se numa zona de conforto.
  • Os Alpinistas são indivíduos que buscam novos desafios constantemente, desafiam regras em busca de melhorias, não se conformam com a mediocridade, se atualizam constantemente e se arriscam para alcançar seus objetivos. Eles são 10% da população.

Pessoas com elevado Quociente de Adversidade entendem que todos os problemas enfrentados são limitados na profundidade e na duração, portanto, conseguem reagir de maneira mais rápida e eficaz.

Para elas, o que a experiência não consegue resolver, o tempo e a sua capacidade de resiliência se encarregarão de fazê-lo. Quem percebe as derrotas e os obstáculos como passageiros tem mais chances de responder positivamente.

Se você conseguir manter o foco, a transparência e a direção em momentos de adversidade, pode se considerar um alpinista por natureza.

Qual o meu Quociente de Adversidade? Teste agora!

A DNA de Vendas, acredita que possuir um alto QA é um diferencial extremamente importante para aqueles profissionais que desejam gerar resultados extraordinários em suas organizações.

Para isso convidamos você a conhecer o nível do seu QA.

O resultado, certamente, vai torná-lo um referencial comportamental dentro do contexto em que está inserido.

Qual o meu Quociente de Adversidade? Teste agora!

Você sofre um grande revés financeiro.
Até que ponto você pode modificar essa situação?

Você foi preterido em uma promoção dentro da empresa em que trabalha.
Em que medida você se sente responsável por melhorar essa situação?

Você é muito criticado na entrega de um grande projeto que acabou de concluir.
Como conseqüência, este acontecimento:

Você apaga acidentalmente um e-mail extremamente importante.
A conseqüência desta situação:

Um projeto em que está trabalhando, que você considera muito importante e altamente prioritário foi cancelado inesperadamente.
A conseqüência desse acontecimento:

Alguém, que você respeita muito, ignora suas contribuições numa discussão sobre alguns pontos que considera muito importante.
Até que ponto você se sente responsável para melhorar esta situação?

As pessoas reagem de forma altamente negativa a uma ideia sua que você considera muito importante.
Até que ponto você pode influenciar essa situação?

Você não consegue tirar as férias tão desejadas e que havia prometido à sua família.
A conseqüência desta situação:

Você “pegou” todos os sinais vermelhos em seu caminho para um compromisso importante e que está atrasado
A conseqüência desta situação:

Você não consegue encontrar um documento importante, mesmo depois de haver procurado em todos os lugares possíveis.
A conseqüência desta situação:

Sua empresa não lhe oferece uma infraestrutura mínima de trabalho
Até que ponto você se sente responsável para melhorar esta situação?

Você perdeu um compromisso extremamente importante.
A conseqüência deste acontecimento:

Seu lado profissional e seu lado pessoal estão em desequilíbrio.
Até que ponto você pode modificar essa situação?

Você parece nunca ter dinheiro suficiente.
A conseqüência desta situação:

Você não está se exercitando regularmente, mas você sabe que deveria.
Até que ponto você pode influenciar essa situação?

Sua empresa não está cumprindo suas metas.
Até que ponto você se sente responsável para melhorar esta situação?

Seu computador apresentou um grave problema pela terceira vez esta semana.
Até que ponto você pode influenciar essa situação?

A reunião em que você está é um total desperdício de tempo.
Até que ponto você se sente responsável para melhorar esta situação?

Você perdeu algo que é extremamente importante para você.
A conseqüência desta situação:

Seu chefe discorda veementemente de uma decisão sua.
A conseqüência deste acontecimento:

Concluir a pesquisa

« Anterior Próxima »

Este questionário foi desenvolvido por Paul Stoltz, Ph.D e vem sendo aplicado em centenas de organizações e indivíduos ao redor do mundo. Dr. Stoltz é presidente da PEAK Learning. www.peaklearning.com. Ele é autor de Quociente de Adversidade: Transformando obstáculos em oportunidades (Wiley, New York, 1997) e Quociente de Adversidade @ Work (Morrow, New York, 2000).

 

E aí, o que achou do resultado? Como ele pode refletir no seu dia a dia profissional? Deixe um comentário nos contando sua experiência!

E se quiser continuar nos acompanhando é só se inscrever em nossa newsletter abaixo para receber em primeira mão as publicações do nosso blog de vendas. Assim, você vai ficar por dentro do que tem de mais atualizado na área de vendas e das melhores dicas de vendas do mercado.

Até a próxima!


DNA DE VENDAS

A DNA de Vendas é uma das maiores consultorias de vendas para aumento de produtividade e treinamento de vendas do Brasil, com programas de formação de líderes e educação corporativa com foco em vendas.

Com experiência em mais de 35 segmentos do mercado, vem contribuindo para o aumento das vendas das maiores organizações do país, através do alinhamento da metodologia dos 4 Pilares de Produtividade de Vendas: Pessoas, Processos, Gestão e Tecnologia.

Caso queira saber mais, fale com um de nossos consultores.

Categoria:
  Competência de Vendas
este artigo foi compartilhado 0 vezes
 000