Teste

Home  /  Blog  /  Educação Corporativa: entenda as vantagens para seu negócio

Educação Corporativa: entenda as vantagens para seu negócio

por Lucia Haracemiv 11 meses atrás

Um dos maiores desafios das empresas é saber como manter os colaboradores engajados e motivados, melhorando a produtividade, o clima organizacional e, por consequência, os resultados. Mas como fazer isso através da educação corporativa?

Entenda como ela está inovando a gestão de pessoas, alinhando a resultados eficazes, tanto nas grandes quanto nas pequenas empresas.

Como sabemos, bons salários e posições de destaque não são mais suficientes.

É necessário que além do ganho financeiro, haja o alinhamento entre os colaboradores e as estratégias da empresa.

E foi por isso que educação corporativa ganhou força. Pois além de motivar e engajar colaboradores, aumenta a produtividade, traz inovação e eficiência na rotina empresarial, melhorando os resultados do negócio.

Ficou interessado?

Vamos entender melhor o que é educação corporativa, suas vantagens e como ela pode ser aplicada em sua empresa.

O que é Educação Corporativa?

A educação corporativa é uma estratégia corporativa que alinha gestão de pessoas, gestão do conhecimento e resultados do negócio. Para isso, ela busca desenvolver competências dos colaboradores, alcançando o desenvolvimento sustentável da empresa a longo prazo, através de estratégias preestabelecidas para construção do conhecimento organizacional.

O que precisamos esclarecer é que ela não visa apenas treinar os colaboradores no âmbito individual, mas alinhar esse treinamento aos objetivos do negócio, para que haja uma formação contínua das competências empresariais, tornando-as materializáveis e replicáveis.

Isso significa que o conhecimento adquirido é absorvido por toda a empresa e não apenas pelos colaboradores.

Impactando na produtividade do negócio, na estruturação de processos e na competitividade da organização.

Em outras palavras, a educação corporativa está diretamente relacionada à gestão do conhecimento.

Ok! Isso você entendeu, mas vamos ver na prática o que seria a gestão do conhecimento?

Gestão do conhecimento e Educação Corporativa

A gestão do conhecimento é uma maneira de identificar e sistematizar os recursos intangíveis da empresa. Como assim?

Inicialmente é necessário identificar quais são as competências individuais e coletivas que a organização já possui, e quais são necessárias adquirir para o funcionamento do negócio.

Feito isso, é hora de materializar esse conhecimento, através de processos – por exemplo, de maneira que ele seja padronizado e replicado.

Na gestão do conhecimento, todos os envolvidos participam da construção do aprendizado e é detentor do conhecimento.

De acordo com Nonaka e Takeuchi, o objetivo da gestão de conhecimento é configurar os conhecimentos tácitos em explícitos e isso ocorre por meio da interação entre os indivíduos.

Sendo representado da seguinte maneira:

    1. Socialização
    2. Externalização
    3. Combinação
    4. Internalização

A socialização indica os conhecimentos tácitos trocados entre os indivíduos na empresa, que seria externalizados quando forem materializados de alguma maneira, e codificados quando se transformam em manuais, por exemplo. A partir disso, eles começam a ser internalizados pelos envolvidos. E o ciclo se repete!

Vamos ver um exemplo!

Imagina que alguns de seus vendedores estejam na copa conversando sobre a dificuldade de lidar com determinada objeção do cliente.

Um deles sinaliza que não tem essa dificuldade e diz os argumentos e estratégias usadas para ultrapassar essa barreira.

A conversa se estende e eles começam a trocar os pitchs de vendas que cada um utiliza, indicando os que dão certo.

Vendo que funcionava, eles trocam e-mails entre eles, descrevendo um pitch de vendas a ser seguido em cada situação, por fim, enviam para o gestor.

O gestor, vendo que aquilo poderia ser compartilhado com todos os outros vendedores e que, de fato, apresentava melhores resultados, resolve criar um manual de auxílio, descrevendo as possíveis objeções dos clientes e como lidar com elas.

Esse manual é criado e compartilhado com toda a equipe, que passa a incorporar em sua rotina, melhorando o desempenho das vendas.

Percebeu como o ciclo ocorre? O conhecimento surgiu de algo tácito, na troca de informação entre envolvidos, começou a ser materializado, codificado e, por fim, incorporado na rotina empresarial.

Se você perceber, isso é de extrema importância para a empresa, pois há a criação de um padrão organizacional, que aumenta a produtividade, facilitando as atividades a serem realizadas internamente.

E mesmo que aqueles primeiros vendedores, que iniciaram o processo, saiam da empresa, o conhecimento se tornou patrimônio organizacional, e, como está materializado, poderá ser aplicado aos novos colaboradores.

O que a educação corporativa ajuda é a alinhar essa gestão do conhecimento com a motivação e engajamento dos colaboradores, trazendo resultados tanto individuais quanto coletivos.

Vamos enxergar melhor essas vantagens a seguir!

Vantagens da Educação Corporativa para seu negócio

Em relação aos colaboradores, ela permite que haja um comprometimento maior entre eles e a empresa.

Passam a se sentir mais motivados e engajados, já que participam, inclusive, do processo de construção do conhecimento organizacional.

A ideia é que as competências adquiridas nos treinamentos façam com que os indivíduos se sintam parte do negócio, e que absorvam os ensinamentos no dia a dia do trabalho, facilitando suas tarefas e alcançando melhores resultados.

Ao melhorarem a eficiência das suas atividades, melhoram a produtividade, gastam menos tempo com questões desmotivadoras e vêem seus resultados serem reconhecidos.

Para os líderes, por exemplo, esse processo auxilia na tomada de decisão, que se tornam mais assertivas e claras. Há uma maior rapidez na resolução das tarefas diárias e melhora a comunicação interna entre os times.

Como você pode perceber, investir em educação corporativa é trazer ganhos, tantos para os colaboradores, quanto para a empresa.

Mas lembre-se, os treinamentos não podem ser aleatórios. Eles devem estar dentro de uma estratégia e de um prévio estudo sobre as competências do seu negócio, assim, poderá ser convertido em conhecimento organizacional e com resultados efetivos.

9 Benefícios da Educação Corporativa

    1. Colaboradores mais motivados e engajados;
    2. Diminuição do turnover;
    3. Melhora da produtividade;
    4. Alinhamento entre objetivos individuais e empresariais;
    5. Desenvolvimento de competências individuais e organizacionais;
    6. Gestão do conhecimento eficaz;
    7. Incentivo à inovação;
    8. Melhora do clima organizacional;
    9. Aumento da vantagem competitiva.

E como você pode implantá-la em sua empresa?

Vamos conferir!

Como fazer educação corporativa

Antes de tudo, é necessário definir um plano estratégico de como ela será aplicada, quais as competências já existentes, quais devem ser aprimoradas, quais ainda não possuem, mas que são importantes para o negócio.

Faça as seguintes reflexões:

  • Quais competências são essenciais para seu negócio?
  • Quais delas já possuem na empresa?
  • Quais são necessárias?
  • Quais são prioridades?
  • Quais as estratégias de médio e longo prazo da empresa?
  • O que se pretende com a educação corporativa?
  • Quais são as dificuldades de aprendizado? (infraestrutura, tempo, dinheiro, formação básica,…)

Feito isso, deve-se pensar nos treinamentos. Que não devem ser apenas teóricos e nem voltados a preencher uma lacuna a todo custo.

Lembre-se: é preciso trazer resultados práticos. As trilhas de aprendizagem devem garantir que a capacitação do colaborador se converta em resultados para a empresa.

Sabemos que é difícil fazer isso! Entre os motivos estão: falta de tempo, ou até mesmo falta de informação.

A área de recursos humanos é, muitas vezes, a responsável por esse processo. Mas em alguns casos, não por incompetência, mas por limitação técnica, acaba deixando a desejar, já que os treinamentos se tornam muito teóricos e pouco refletem à prática empresarial.

Vemos muitas equipes comerciais, por exemplo, realizando seus próprios treinamentos. Mas aí, ficam aquém das exigências comportamentais necessárias a essas capacitações.

Então, qual seria a solução?

Simples! O que se faz quando sabemos as dores que sentimos, mas não sabemos como lidar com elas?

Você tem duas opções: usar paliativos ou fazer o tratamento.

O paliativo te dará resultados imediatos, mas que não se estenderão a longo prazo. Exigindo que se tenha novos gastos futuramente.

Já o tratamento terá um resultado efetivo e duradouro.

Assim acontece tanto em nossas vidas pessoais, quanto na de uma empresa.

Se o que você busca é um tratamento efetivo e completo, então o conselho que temos para te dar é: procure um especialista.

Isso mesmo!

Um bom especialista em educação corporativa te auxiliará em todo o processo, desde a identificação das competências, até o desenvolvimento delas na sua empresa.

Existem muitas consultorias em educação corporativa no mercado, mas é preciso se atentar a alguns detalhes.

Vamos ver quais são!

Consultoria em Educação Corporativa: entenda como funciona

A consultoria é o especialista que citamos acima. Assim, através do know how que possui ela identifica com mais precisão, através do diagnóstico, quais as competências da sua empresa e como realizar os treinamentos, alinhando aos objetivos estratégicos do negócio.

Mas atenção!

Não adianta consultorias genéricas, nas quais aplicam treinamentos sem estratégias.

As trilhas de aprendizagem devem ser personalizadas às necessidades da sua empresa. E deve haver, também, um comprometimento com os resultados.

Como já salientamos, não adianta algo simplesmente teórico.

Talvez você pense, se há na empresa uma área de recursos humanos, por que eu contrataria uma consultoria?

Vamos entender!

Por que contratar uma Consultoria em Educação Corporativa

O primeiro ponto é que eles são especialistas no assunto, têm mais facilidade e experiência para fazer o que deve ser feito.

Eles estarão focados no seu negócio e construirão processos específicos para as necessidades levantadas.

Por fim, terão compromisso com os resultados.

A área de desenvolvimento humano da empresa, por exemplo, precisa justificar suas escolhas e comprovar o retorno de suas ações.

Se não obtiverem êxito, gerará um efeito contrário: desmotivação e investimento perdido, transformado em ‘‘sucata de aprendizagem’’.

Para evitar que isso ocorra, a consultoria poderá ser um facilitador no treinamento e desenvolvimento organizacional.

Assim, ela identificará, junto com a empresa, os drivers primordiais do seu negócio e que garantem a vantagem competitiva, traduzindo em competências técnicas e comportamentais.

Como escolher uma Consultoria

Além dos cuidados já mencionados, é necessário que a consultoria tenha 3 grandes diferenciais:

1. Expertise em aprendizagem organizacional

Significa que ela precisa ter conceitos baseados na andragogia, mas isso não vale apenas para o discurso que ela expõe.

O maior indicador dessa experiência é verificar se possuem uma área exclusiva focada no desenvolvimento de conteúdo e soluções de aprendizagem.

Isso indica que eles realmente valorizam o processo de aprendizagem, já que estão alocando tempo e recursos na busca de soluções de inovadoras e de qualidade.

2. Comprometimento com os resultados

É isso, não adianta contratar alguém para ensinar algo teórico e que não condiz com a prática da empresa.

Para evitar isso, a consultoria precisa se comprometer contigo e com os resultados do seu negócio. Aliás, além disso, é preciso que ela também sinta as dores da sua empresa.

Estando assim à disposição – dentro do escopo previamente estipulado – para auxiliar a empresa na superação dos desafios, inclusive dos que aparecem no decorrer do processo.

E só faz isso quem realmente é focado em resultado e na melhora da performance.

Se quiser descobrir se a consultoria que pretende contratar preenche esses critérios, veja se além dos programas de formação ela também tem projetos de consultoria com a finalidade de melhoria de resultados.

Esse é uma forte indício de que seu futuro parceiro será comprometido com seu negócio. Pois consultorias em educação corporativa com essa característica possuem um mind set que direcionam a adotar uma postura mais participativa e próxima do cliente.

3. Especialização e aderência

Aqui, a empresa de educação corporativa precisa produzir um programa customizado, que seja adequado à cultura do negócio contratante, ao segmento, ao grau de maturidade, às competências do time, etc.

Este é um dos maiores desafios na capacitação de pessoas: personalizar à necessidade.

Existem treinamentos que são fantásticos do ponto de vista do conteúdo, mas que não se aplicam à prática.

Então, não esqueça de verificar se seu fornecedor possui programas personalizados. Uma das maneiras de fazer isso é por meio da carteira de clientes (portfólio), verificando os segmentos que ele atua, o porte de seus clientes, o público (B2B; B2C), etc.

Essa pesquisa é válida para entender se a consultoria tem capacidade de adaptação e competências para garantir os resultados que você espera.

Para sintetizar, descubra se seu parceiro:

    • Utiliza metodologia andragógica;
    • Tenha conhecimento sobre o segmento do seu negócio;
    • Possua know how para entender e analisar as estratégias de mercado, negócio, indicadores de performance e demais conceitos de gestão empresarial;
    • Tenha habilidade analítica e técnica;
    • Se comprometa com os resultados;
    • Tenha capacidade de trazer novos insights;
    • Seja reconhecida pelo mercado;
    • Tenha autoridade no que expõe.

Busque informações no site, veja os conteúdos que ela disponibiliza na internet, olhe seu portfólio e veja os segmentos nos quais já trabalhou.

Antes de contratar, tenha uma conversa para saber se eles realmente entendem sobre seu mercado e o que efetivamente poderão fazer para sua empresa.

Com esses cuidados, temos plena certeza que os resultados irão aparecer.

Pronto para contratar uma Consultoria em Educação Corporativa?

Caso tenha interesse em saber mais sobre como implantar soluções de aprendizagem com foco em resultados, consulte nossos consultores.

Os programas desenvolvidos pela DNA de Vendas iniciam pelo entendimento dos desafios do negócio do cliente, pela avaliação e definição das competências que darão suporte para o alcance desses objetivos e pela identificação dos indicadores de resultados que deverão ser melhorados após a capacitação.

Nossas experiências de aprendizagem têm como principal objetivo dar apoio à performance, de forma a gerar impactos reais no negócio, não apenas servindo para gerar insights, horas de treinamento e momentos agradáveis aos participantes.

A DNA de Vendas desenha programas de desenvolvimento altamente customizados, tratando cada evento de aprendizagem como único.

Nossas soluções seguem o modelo andragógico, trazendo vivências marcantes e também altamente aplicáveis.

Temos um time multidisciplinar que possui elevada expertise para desenvolver conteúdos diferenciados e inovadores, sempre alinhados com a prática do dia a dia da empresa.

DNA de Vendas

A DNA de Vendas é a mais completa consultoria de vendas para aumento de produtividade e treinamento de vendas do Brasil.

Com experiência em mais de 40 segmentos do mercado, vem contribuindo para o aumento das vendas das maiores organizações do país, através do alinhamento da metodologia dos 4 Pilares de Produtividade de Vendas: Pessoas, Processos, Gestão e Tecnologia.

Caso queria entender melhor, fale com um de nossos consultores.

Categories:
  Blog, Educação Corporativa, RH estratégico
este artigo foi compartilhado 0 vezes
 000
Falar com um Consultor