Home  /  Dicas de Vendas  /  Criatividade: 4 dicas da ciência que podem ajudar você a vender mais!

Criatividade: 4 dicas da ciência que podem ajudar você a vender mais!

por Marcelo Moreira 2 anos atrás
4 dicas para vender mais com criatividade

A criatividade ainda é associada a algo subjetivo, etéreo ou até mesmo a uma dádiva divina, mas a ciência comprova a cada dia que um estado criativo pode ser provocado. Ações repetitivas te levarão, no máximo, aos mesmos resultados. Se você quer vender mais, se realmente está disposto a alcançar melhores resultados, inovar com criatividade é preciso!

Todos já conhecem aquela máxima que sugere que em períodos de crise, subtraia o S, crie! Muitos de nós pensam: “Ok, mas crie o quê?

Como eu posso usar a criatividade para vender mais? “Eu nunca fui criativo…”, pois bem, a ciência já tem algumas dicas que podem ser a resposta que você procurava para ser mais criativo e vender mais.

Vamos a elas:

4 Dicas de como Aumentar a Criatividade para Vender Mais

1. CULTURA INÚTIL PODE SER ÚTIL

Memorizar os nomes dos jogadores do seu time ou saber de cor todas as letras das músicas da sua banda preferida não ajuda ninguém a passar em um concurso público ou a bater todas as suas metas, mas pode ser o princípio do caminho até uma boa ideia.

Seu cérebro vasculha dados na memória e cria associações entre eles. Quanto mais dados, mais chances de surgirem conexões inusitadas e ideias criativas. Cada novo conhecimento é como um ingrediente extra. Com mais opções, dá para criar mais receitas novas.

Saber tudo sobre o produto que você vende e o mercado que você atua é fundamental, mas adquirir novos conhecimentos, ler sobre assuntos diferentes, ver filmes que normalmente não assistiria, ajuda no desenvolvimento da sua capacidade criativa.

Se quiser saber como aprender sobre vendas de maneira criatividade você pode ver também:

Zuckeberg do Facebook sabe bem disso. O monstro das redes sociais começou a ser gerado quando seu criador conheceu, ainda no seu período de estudante em Harvard, um primário programa que conectava os alunos das diversas fraternidades do campus.

O que a princípio parecia simplesmente uma forma fácil de conhecer garotas, acabou se tornando… bem, vocês sabem o final dessa história né?

Sair um pouco da frente dos livros e se aproximar do mundano mundo das festas de fraternidade, foi decisivo para que Zuckeberg tivesse contato com uma nova ideia e conseguisse ter a visão de como desenvolvê-la para o que é o Face hoje.

criatividade para vender mais

2. FAÇA ASSOCIAÇÕES

Quando você pensa em vídeos online, pensa em Youtube, Netflix ou similar, certo? Nem sempre foi assim.

Compartilhávamos vídeos somente por e-mail. Por isso, quando você pensava em mostrar aos amigos um vídeo naqueles tempos (isso faz só uns 10 anos, mas parecem 100 não é mesmo?), a melhor ideia era anexar o arquivo em um e-mail e enviar.

Pensava-se em vídeo, pensava-se em e-mail, eis a conexão. Era assim que o cérebro funcionava.

Ele usa as associações já existentes ou cria novas, e é nesse instante que surgem as ideias criativas. Hurley e Chen se cansaram de receber um vídeo na parte da manhã e só poder assisti-lo a tarde, devido a demora para baixá-lo.

Na cabeça deles surgiu outra conexão: por que não criar um site de vídeos, sem a necessidade de baixar para assistir? Assim nasceu o Youtube em 2005. O site revolucionou a vida digital e logo virou um negócio bilionário.

Ter ideias é juntar pontos, mas ninguém é criativo sozinho.

Grandes cabeças são obras do contexto em que vivem. Hurley e Chen trabalhavam em um site de pagamentos online, logo conheciam o mundo digital.

Conclui-se que no caso de você vendedor, graças ao conhecimento do produto que vende e das nuances do mercado em que atua, fica mais fácil de você conseguir realizar essas associações e obter ideias criativas referentes a área de vendas.

Em resumo, é mais fácil para um vendedor criar ações comerciais inovadoras para alavancar seus próprios resultados, do que um profissional que não possua conhecimento na área.

Reflita e identifique quais ações ainda não foram realizadas que poderiam te ajudar a vender mais? Ou até mesmo, o que de inovador está sendo feito por outros vendedores de alto desempenho que você possa fazer ainda melhor?

Não é necessário inventar a roda, mas você pode tornar o desempenho dela ainda melhor, assim como os das suas vendas!

Para aumentar sua criatividade em vendas, veja também:

3. NÃO LIMITE O SEU CONHECIMENTO

Limitar seus estudos somente a área de vendas é limitar seu cérebro, suas ideias e, é claro, seus resultados.

Não se prender a cursos que tenham a ver somente com o trabalho ajuda a aumentar a variedade de associações que geram ideias criativas.

Aos 17 anos, Steve Jobs largou a faculdade e foi estudar sobre alimentação orgânica, cultura hindu e matriculou-se em cursos alheios a sua área de interesse, como caligrafia.

O aprendizado só foi aplicado bem depois, ao fundar a Apple, abrangendo diversas competências. “Sem o curso, o Mac não teria múltiplas fontes.

E, como o Windows é uma cópia do Mac, talvez nenhum computador viesse a oferecê-las, não fosse por aquele curso”, contou Jobs em seu famoso discurso aos formandos da Universidade Stanford.

Um aprendizado só será inútil se você não der nenhuma utilidade a ele.

Estudar oratória, teatro ou qualquer outra atividade que não esteja diretamente relacionada com vendas, pode ser o ponto de ignição que falta para sua mente te ajudar a vender mais, independente dos humores do mercado.

4. SEJA APAIXONADO POR VENDAS

O departamento de psicologia da Universidade Estadual da Flórida analisou vidas inteiras dedicadas a um trabalho. Acompanharam violinistas de uma escola de música e o estudo mostrou que não é preciso ser nenhum gênio para dominar o violino.

Precisa-se de paciência e dedicação. Os maiores destaques da escola de música, com chances de serem astros, tinham, em média, 10 mil horas de prática.

Concluíram que 10 mil horas em média é o tempo necessário para se dominar algo, em qualquer área. Só que 10 mil horas não transformam ninguém em gênio. Precisa de mais.

Csikszentmihalyi, um dos maiores especialistas em criatividade no mundo, criou o termo “experiência máxima“. Isso acontece quando o foco é tão grande que a pessoa se funde a ação que realiza. É o que ele chama de “fluxo”.

Podemos observar isso vendo Messi partindo pra cima dos marcadores ou Clapton em cima do palco, tocando o solo de Layla.

O grande truque é óbvio e não tão simples: paixão pelo que se faz.

Foi trabalho (e amor por inovar, além de uma pitada de visão comercial) que fez Thomas Edison registrar mais de mil patentes. Com 28 anos, Mozart já tinha mais de 600 peças musicais e as mãos deformadas de tanto treinar piano.

Paixão era o que movia o cestinha brasileiro Oscar a continuar treinando arremessos, mesmo após o término dos treinos.

É por isso que nos emocionamos tanto com conquistas esportivas. É a essência do que uma vida de dedicação significa. Gostar do que faz e se dedicar até ficar bom nisso é essencial para ter grandes ideias.

Quanto você tem se dedicado a se desenvolver como vendedor? Você procura, a cada cliente atendido, realizar um trabalho melhor que o realizado com o cliente anterior?

O grande momento do seu trabalho é quando você está em contato com o seu cliente, mas o quanto você estuda, planeja e procura novas formas de desenvolver-se no restante do seu tempo?

Essa medida diz muito sobre a sua real paixão por vender e a alcançar ótimos resultados. Quanto maior a dedicação, maior será o resultado. Não existem atalhos.

E aí, preparado para melhorar sua criatividade em vendas?

Para finalizar, acredite, você não vai ficar criativo da noite para o dia.

A busca por fazer de uma forma diferente e melhor requer disciplina e persistência.

Boas ideias geralmente necessitam de grande esforço e dedicação, pois raramente “nascem prontas”. Precisam ser lapidadas, desenvolvidas, portanto caso no inicio não funcionem como você esperava, ao invés de desistir, procure analisar e encontrar uma forma diferente e ainda melhor de colocá-las em prática.

Torne a busca pela criatividade um hábito nas suas vendas.

Faça diferente para obter resultados diferentes. Mesmo que te digam o manjadíssimo: “Não vai dar certo…”

Se a sua empresa precisa de uma mãozinha para implantar uma cultura voltada ao aprendizado, criatividade e paixão para aumentar as vendas, venha conhecer nossas soluções para Educação Corporativa.

DNA DE VENDAS

A DNA de Vendas é uma das maiores consultorias de vendas para aumento de produtividade e treinamento de vendas do Brasil, com programas de formação de líderes e educação corporativa com foco em vendas.

Com experiência em mais de 35 segmentos do mercado, vem contribuindo para o aumento das vendas das maiores organizações do país, através do alinhamento da metodologia dos 4 Pilares de Produtividade de Vendas: Pessoas, Processos, Gestão e Tecnologia.

Caso queira saber mais, fale com um de nossos consultores.


Comments

comments

Categories:
  Dicas de Vendas, Produtividade de Vendas
este artigo foi compartilhado 0 vezes
 300